Crise colonial e encontros miméticos em perspectiva histórica e antropológica

Investigadores Responsáveis: Ricardo Roque e Patrice Ladwig (Max Planck Institute for Social Anthropology, Alemanha)
Equipa: Ricardo Roque, Cristiana Bastos e Carmo Daun e Lorena (ICS-ULisboa); Patrice Ladwig, Christoph Kohl and Oliver Tappe (MPI).
Financiamento: DAAD (Alemanha)/CRUP (Portugal). Referência Acção Integrada Luso-Alemã, A-07/2011.

Este projecto explorou, do ponto de vista da antropologia histórica, as diversas estratégias de mimetismo colonial associadas à experiência de gestão de crises resultantes de interacções coloniais. A noção de crise colonial foi abordada não apenas na sua dimensão negativa e destrutiva, mas também como ponto de contacto intercultural. Privilegiou-se o estudo sobre o carácter mimético inerente aos encontros coloniais, quer na dimensão prática, quer na sua dimensão imaginária. Este projecto colaborativo junto antropólogos de duas instituições, ICS-ULisboa (Portugal) e MPI Social Anthropology (Alemanha), e integrou investigadores e doutorandos especialistas no Sudeste Asiático (Laos, Tailândia e Timor-Leste) e em África (Guiné-Bissau e Cabo Verde).

IMAGEM: Dessay de Arabó, 1895. Fonte: ACTD