Livros

Mais Recentes

1640

Joana Fraga, Thiago Krause, 2019.

13º volume da coleção Portugal, Uma Retrospectiva, coordenada por Rui Tavares.
Editado pelo jornal Público e pela editora Tinta-da-China, com o apoio da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

O que é exactamente a Restauração? Uma restauração da independência, quando Portugal nunca deixou de ser um reino distinto dos demais reinos peninsulares? Ou apenas uma restauração dinástica em torno da Casa de Bragança, e portanto de uma família real portuguesa? Para quem chega do futuro, como nós fazemos aqui, o Portugal que encontramos em 1640 é um país muito diferente, mas que se encontra num momento de viragem decisivo para o que viria a acontecer nos séculos seguintes.

Crossing Histories and Ethnographies

Ricardo Roque, Elizabeth Traube (eds), 2019.

The key question for many anthropologists and historians today is not whether to cross the boundary between their disciplines, but whether the idea of a disciplinary boundary should be sustained. Reinterpreting the dynamic interplay between archive and field, these essays propose a method for mutually productive crossings between historical and ethnographic research. It engages critically with the colonial pasts of indigenous societies and examines how fieldwork and archival studies together lead to fruitful insights into the making of different colonial historicities. Timor-Leste’s unusually long and in some ways unique colonial history is explored as a compelling case for these crossings.

1498

Ângela Barreto Xavier, Nuno Senos, 2019.

17º volume da coleção Portugal, Uma Retrospectiva, coordenada por Rui Tavares.
Editado pelo jornal Público e pela editora Tinta-da-China, com o apoio da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Se há anos de viragem na história da humanidade, 1498 merece estar certamente entre eles. Ano em que uma armada comandada por Vasco da Gama, que tinha partido de Lisboa, completou pela primeira vez uma viagem marítima para a Índia, alterando decisivamente as rotas do comércio global e o rumo das relações entre o Ocidente e o Oriente, 1498 tornou-se canónico da história global. Mas como foi visto 1498 pelas gentes de 1498? Como se chegou a 1498? Que importância teve a chegada à Índia — não para os séculos vindouros — mas para as pessoas da segunda metade do século XV? O que nos diz a arte do reinado de Dom Manuel — chamemos-lhe ou não «manuelina» — sobre a importância relativa da Ásia e da Europa nas preocupações da coroa portuguesa nesse ano e nos seguintes? Essas são as perguntas que motivam este ensaio historiográfico.

Anos Anteriores

Nuno Domingos (2017)

Football and Colonialism: Body and Popular Culture in Mozambique

Editora: Ohio University Press

Xavier, A. B. & Silva, C. N. da (Orgs) (2016)

O governo dos outros: poder e diferença no império português

(ICS. Imprensa de Ciências Sociais)

Cruz, M. D. da (2015)

Um império de conflitos. O Conselho Ultramarino e a defesa do Brasil colonial

(ICS. Imprensa de Ciências Sociais)

Domingos, N. (2015)

As linguagens do futebol em Moçambique: colonialismo e cultura popular

(7 Letras)

Jerónimo, M. B. (2015)

The “Civilising Mission” of Portuguese Colonialism, 1870-1930

(Palgrave MacMillan)

Jerónimo, M. B. & Monteiro, J. P. (Orgs.) (2015)

Os passados do presente. Internacionalismo, imperialismo e a construção do mundo contemporâneo.

(Almedina)

Jerónimo, M. B., Pinto, A. C. (Eds.) (2015)

The ends of european colonial empires: cases and comparisons.

(Palgrave MacMillan)

Silva, C. N. da, Xavier, A. B. & Cardim, P. (Orgs.) (2015)

António Manuel Hespanha. Entre a História e o Direito.

(Almedina)

Xavier, A. B., Zupanov, I. G. (2015)

Catholic orientalism. Portuguese empire, indian knowledge (16th-18th centuries).

(Oxford University Press)

Vicente, F. L. (Ed.) (2014)

O império da visão: fotografia no contexto colonial português (1860-1960)

(Edições 70)

DOMINGOS, Nuno (2012)

Futebol e Colonialismo, Corpo e Cultura Popular em Moçambique

(Imprensa de Ciências Sociais)

DOMINGOS, Nuno e Elsa Peralta (orgs) (2012)

Cidade e Império

(Edições 70)

JERÓNIMO, Miguel Bandeira (2012)

A Diplomacia do Imperialismo. Política e Religião na Partilha de África (1820-1890)

(Edições 70)

JERÓNIMO, Miguel Bandeira (ed.) (2012)

O Império colonial em questão (sécs. XIX-XX): poderes, saberes e instituições.

(Edições 70)

MATOS, Patrícia Ferraz de (2012)

As “Côres” do Império: Representações Raciais no “Império Colonial Português”, 2.ª ed,

(Imprensa de Ciências Sociais)

ROQUE, Ricardo and WAGNER, Kim A. (eds.) (2012)

Engaging Colonial Knowledge: Reading European Archives in World History.

(Palgrave Macmillan)

VASCONCELOS, João (2012)

Histórias do Racionalismo Cristão em São Vicente, de 1911 a 1940.

(Comissão Organizadora da Comemoração do 1.º Centenário do Racionalismo Cristão em Cabo Verde)

VICENTE, Filipa (2012)

Other Orientalisms. India between Florence and Bombay (1860-1900).

(Orient BlackSwan)

XAVIER, Ângela Barreto (2008)

A Invenção de Goa. Poder Colonial e Conversões Culturais nos séculos XVI e XVII.

(Imprensa de Ciências Sociais)

JERÓNIMO, Miguel Bandeira (2010)

Livros Brancos Almas Negras. A “Missão Civilizadora” do Colonialismo Português (c.1870-1930).

(Imprensa de Ciências Sociais)

ROQUE, Ricardo (2010)

Headhunting and Colonialism: Anthropology and the Circulation of Human Skulls in the Portuguese Empire, 1870-1930.

(Palgrave Macmillan)

ALEXANDRE, Valentim (2008)

A Questão Colonial no Parlamento – volume I, 1821-1910.

(Assembleia da República e Publicações Dom Quixote)

CARDIM, Pedro e XAVIER, Ângela Barreto e (2008)

D. Afonso VI

(Temas e Debates)